Papo de Fotógrafo Podcast

Menu

Não tampe sua panela!

16 de outubro de 2013
tampapanela

Desde os primórdios da humanidade, o homem tem a necessidade de viver/estar em círculos sociais. Na atualidade, esse círculo passou a ser maior, com a chamada globalização e internet, a necessidade se transformou em dever. Estar conectado é estar no planeta Terra!

Para essa conectividade, existem muitos adjetivos: Classe, Circulo, Network, Relacionamento, Tribo, etc, etc, etc. Porém, um dos adjetivos mais usados, e normalmente de forma pejorativa, é a palavra PANELINHA, afinal, todo mundo conhece alguém que faz parte de uma, certo? E no mercado fotográfico, assim como em outros mercados, é exageradamente bem evidente. E é sobre essa panelinha que eu pensei em escrever.

Não me julguem, é apenas um pensamento, uma opinião minha.

Sou novo no mercado, mais ou menos 3 anos, talvez um pouco mais. Tive a oportunidade de conhecer muita gente, por causa de uma idéia que tive, que me levaram a conhecer outras pessoas, que me apresentaram outros profissionais, que me deram a oportunidade de conhecer um pouco mais da fotografia, da profissão, das técnicas (apesar de não ter aprendido muito), conhecer alguns lugares, e outras pessoas, enfim, coisas que eu não pensei que poderiam acontecer tão rápido.

E o que eu estou querendo dizer com isso?

É que durante esses 3 anos, que conheci muita gente, também as “desconheci”, muitas estavam próximas e ficaram distantes, algumas com motivos (mesmo que eu não concorde), e outras não, talvez porque as personalidades não eram complementares, ou talvez por pequenas besteirinhas, um pouco até pela distância … Talvez! É comum, no nosso meio, as pessoas se fechem em seus próprios círculos, suas próprias tribos, suas próprias panelinhas … e se uma pessoa não abre seu coração e sua mente para novas experiências, para as convivências com personalidades diferentes as suas, a receita não rende!

Desde pequeno fui criado no meio das pessoas, crianças, adultos … Me acostumei a viver com pessoas, me encontro facilmente em alguns grupos, as vezes me adapto a outros, mas sempre estou envolvido com pessoas. É claro que tem aquele grupo que mais me identifico, pessoas que fico mais intimo, mas não tampo a minha panela, pois depois de fechada, fica difícil colocar mais ingredientes na minha receita de vida (experiências).

Nos últimos anos, minha vida profissional, tem sido uma “feijoada” de experiências, e fico muito feliz com os ingredientes que estou adicionando nessa receita chamada vida! Não quero tampar minha panela nunca, e sempre que precisar, farei como diz o velho ditado: “Coloca mais água no feijão!”

Por isso, NÃO TAMPE SUA PANELA, esteja aberta a novos relacionamentos, aprenda a conviver com o diferente, inusitado, o erro, o acerto, o triste, o alegre … Aumente sua receita de vida!

Um grande abraço.

Os comentários estão desativados.