Papo de Fotógrafo Podcast

Menu
Tecnologia e Equipamentos

Você pergunta, eu respondo! – Parte 2

25 de fevereiro de 2016

E aqui estamos com a segunda parte do artigo onde eu respondo as suas perguntas! Tem alguma? Pode perguntar aqui nos comentários ou através do email contato@papodefotografo.com.br.

Vou tentar responder ao máximo possível de perguntas. 😉

——————————-

Estou de viagem marcada para os Estados Unidos e ficarei por dois dias em Nova Iorque. Pretendo comprar uma nova compacta, sem pretensões, apenas para me divertir, visto que não levarei minha DSLR e a minha atual compacta, uma Canon G11, está apresentando alguns problemas.

Entre as opções que eu pesquisei, eu vi a Sony RX100 IV e a Canon G7X, duas câmeras hiper elogiadas, porém considerei ambas caras demais. Por isso, acabei considerando outras opções, com valores abaixo de USD 500, mas nenhuma me agradou completamente.

Basicamente, eu quero uma compacta que seja legal para fotos e vídeos. Apesar de vídeos não serem a parte mais importante, se a câmera tiver um modo manual para vídeo já é um bom caminho a ser seguido.

Você teria alguma sugestão?

Thiago C. (via Facebook)

Fala, Thiago!

Bom, vou tentar dar uma resposta curta. Você chegou a pesquisar a respeito da Canon Powershot G9X? Pois bem, essa é uma opção que eu consideraria.

A G9X é uma câmera fresquinha, literalmente. Ela foi lançada em outubro do ano passado, justamente como uma versão “capada” da G7X. Ela é praticamente igual a Sony RX100 original: não tem EVF nem tela LCD articulável e possui um sensor de 1″ com uma lente f/2-4.9. Os grandes diferenciais dela (em cima da RX100) são que, por ser uma câmera mais nova, ela possui WiFi e NFC integrados – o que é uma função muito interessante para uma câmera desse porte – além de touchscreen.

Quanto ao vídeo, a G9X possuí o modo completamente Manual para vídeo e atinge a resolução máxima de 1080/60p. O foco automático em vídeo, por mais que não seja perfeito, possibilita que você escolha o ponto de foco através do touchscreen.

Some isso tudo ao fato da G9X ser do tamanho da S110 e você tem um pacote extremamente eficaz para brincar e carregar por ai. Então fica minha dica: procure pela Powershot G9x – que custa na faixa de USD 450. Garanto que vai atingir, com folga, o que você procura. E, para todos os efeitos, se você quiser uma outra opção, procure pela Sony RX100, a primeira versão, original – mas essa você só vai encontrar usada.

——————————-

Qual sua opinião sobre as lentes que a Yongnuo lançou ano passado, a 35mm f/2 e a 50mm f/1.8?

André R. (via Facebook)

Fala, André!

Não usei extensivamente nenhuma das duas lentes para ter opiniões concretas, mas o pouco que eu usei é o suficiente para eu dizer que elas valem o preço. São lentes baratas, leves e pequenas, capazes de produzir imagens de grande qualidade. O maior problema delas é, com certeza, a qualidade de construção, o que significa que o fotógrafo deve ter um cuidado maior ao armazenar e utilizar essas lentes para evitar que elas sofram quedas ou impactos muito fortes.

——————————-

Eu tenho um flash Canon Speedlite 430EX que eu comprei há mais de dez anos, e sempre funcionou perfeitamente. Entretanto, há alguns meses, ele começou a falhar eventualmente, não disparando mesmo com o LED apontando como pronto. Essa semana ele resolveu falhar de vez, sendo que ele liga e as funções são acessadas normalmente tanto pelo flash quanto pela câmera, mas ele não dispara de modo algum.

Sendo assim, eu gostaria de uma opinião sobre o que eu devo fazer. Devo fazer um orçamento e realizar o conserto? Devo comprar um novo flash? Se eu devo comprar um novo flash, o que você me indicaria? Lembrando que meu uso é estritamente amador.

Juliana H. (via Facebook)

Olá, Juliana.

Me parece que a lâmpada do seu 430EX queimou, fato que eu acredito devido ao fato de seu flash continuar funcionando. Caso fosse uma avaria grande no circuito, ele provavelmente não ligaria de maneira alguma. Se for o caso, fique sabendo que você é uma moça de sorte, pois o conserto não é caro – visto que é, praticamente, desmontar o flash, trocar a lâmpada e remontá-lo.

Entretanto, pode ocorrer de ser algum problema de circuito, que não consegue enviar o sinal até a lâmpada para efetuar o disparo. Se for esse o caso, será preciso um orçamento para verificar se há possibilidade de conserto – e se, de fato, vai valer a pena.

Como o seu uso é estritamente amador, minha sugestão seria a de você, primeiro, pedir um orçamento e verificar a possibilidade de conserto. Dependendo do valor, vai acabar sendo uma solução mais barata. Caso você queira partir para outro flash, você pode adquirir o 430EX II, a segunda versão do 430EX que você já possui, que mantém todas as funções do flash que você já tem.

——————————-

Eu trabalho com design e retoque de imagens e gosto de fotografar, porém não tenho pretensões profissionais relacionadas à fotografia. Entretanto, um amigo meu irá se casar no final de maio, e ele pediu para eu tirar algumas fotos para registrar a cerimônia também com o meu olhar.

Minha dúvida é: como eu posso fazer minhas fotos sem atrapalhar o trabalho do fotógrafo contratado? A última coisa que eu gostaria é de estragar o trabalho alheio, especialmente num dia que será especial para um grande amigo.

Raphael K. (via Facebook)

Olá, Raphael.

Cara, sua dúvida, apesar de não ser especificamente técnica, é uma questão bem interessante.

Em um primeiro momento, o que eu faria seria pedir o contato do fotógrafo que irá cobrir o casamento do seu amigo. Marque uma reunião – ou simplesmente ligue e bata um papo com o fotógrafo -, converse a respeito do casamento e que você também irá fotografar a pedido do noivo, e deixe claro que você não é um concorrente. Seu amigo quer que você também fotografe e não que você faça o trabalho do fotógrafo – e é isso que você deve deixar bem claro.

Tendo dito isso, uma outra coisa que eu sugeriria você fazer seria pensar em uma maneira de entregar fotos diferentes para seu amigo. Use uma câmera instantânea, use uma câmera de filme, fotografe apenas em preto e branco, não sei – mas faça algo diferente. Essa conversa com o fotógrafo também é importante para você entender o que o fotógrafo contratado vai fazer – justamente para você não fazer igual.

No dia do casamento, se apresente ao fotógrafo e sua equipe (caso não tenha feito isso anteriormente). Vocês tem interesses em comum, pode ser que, daí, acabe surgindo uma amizade, não? E, além de tudo, isso não vai dar a impressão de que você está lá pra atrapalhar.

Por fim, e não menos importante: não se esqueça de que você é um convidado. Você não tem obrigação de fotografar outros convidados bêbados, você não tem a obrigação de “ir ali rapidinho” fotografar alguém e afins. Faça suas fotos, do seu jeito. E, acima de tudo, divirta-se. 😉

——————————-

Como saber qual objetiva para retratos é melhor comprar? Sei que é uma pergunta muito ampla, mas queria sua opinião.

Pedro D. (via Instagram)

Fala, Pedro!

Olha, indicar objetivas é sempre um problema, visto que cada um tem uma linguagem fotográfica diferente. Eu já vi retratos maravilhosos feitos com todo tipo de objetiva, desde fisheye até tilt-shift.

Como você não especificou o tipo de retrato que você quer fazer, eu diria para você começar pelo meio termo: uma 50mm f/1.8. É uma lente simples, leve, pequena e, acima de tudo, barata. Você pode começar com ela para sentir a vibe do que você quer (campo de visão mais fechado, mais aberto, menos ou mais profundidade de campo), etc. A partir daí, você pode pensar no seu próximo investimento.

—————

Ficamos por aqui dessa vez! E fiquem ligados pois teremos mais artigos iguais a esse. Mande suas dúvidas por e-mail para contato@papodefotografo.com.br ou deixe-as nos comentários e ela pode ser respondida no próximo artigo!

Até logo! 😉

—————

Ouça nosso bate-papo com o Bruno Massao: Equipamento faz a diferença?

%d blogueiros gostam disto: