Papo de Fotógrafo Podcast

Menu
Tecnologia e Equipamentos

Mea Culpa: Canon EOS Rebel T6s

3 de Maio de 2016

Já aviso, logo de cara: eu errei. Ano passado, ao escrever um artigo sobre o lançamento (na época) da Rebel T6s – Canon EOS Rebel T6s: onde, quando e, principalmente, por quê?  -, eu realmente considerava um tiro no pé da Canon. A câmera, ao meu ver, era uma aposta alta e que estaria completamente errada.

Pois é, meus amigos: quem estava errado era… eu.

eosrebelt6s-1

Essa é a Canon EOS Rebel T6s que eu usei durante a Fotografar 2016. Além da EF-S 18-55mm f/3.5-5.6 IS STM, eu a usei com a EF 50mm f/1.2L USM.

Como eu trabalhei como consultor técnico no stand da Canon durante a Fotografar 2016, a Canon Brasil acabou deixando uma unidade “sample” da EOS Rebel T6s na minha mão para eu tirar algumas fotos durante o último dia. Num primeiro momento, eu acabei estranhando pois não tinha nenhuma unidade da T6s à mostra para o público – fato que me foi esclarecido com um sonoro “a Canon não pretende lançar a T6s no Brasil.” Tudo bem, uma questão de mercado (afinal, com o dólar alto e a impossibilidade de se fabricar esse modelo no Brasil, dificilmente ela chegaria por um preço competitivo), mas mesmo assim uma decisão difícil de se tomar – e que, após utilizar a câmera, considero uma pena esse modelo não ser lançado por aqui.

A câmera é, em um resumo bem simples, é divertidíssima de se usar. Ela tem um ótimo tamanho – não é compacta feito uma Rebel SL1, mas não é “grande” como uma 70D -, tem funções interessantes como WiFi e NFC e a adição do dial traseiro e LCD superior a tornam uma câmera bem interessante para quem já fotografa com uma câmera mais avançada. Em suma, ela é uma câmera que faz as vezes de segundo (ou terceiro) corpo para quem já usa as DSLR da Canon.

E eu não falo isso apenas pelo jeito que a câmera se comporta na mão – ela possui qualidade de imagem. Eu pude ver as fotos na tela do computador – o que não é comum com unidades sample – e confesso que fiquei espantado com o novo sensor de 24MP – o mesmo que está presente nas EOS M3 e Rebel T6i. As imagens tem uma ótima reprodução de tons e um desempenho em ISO alto bem melhor que as Rebel anteriores – e apesar de eu ter sido autorizado a ver as imagens, eu não fui autorizado a postá-las. Sorry, guys.

Para os aventureiros que pretendem adquirir sua primeira câmera, ela seria uma opção interessante, pois pode ser uma entrada para um layout diferente de controles, mais próximo das DSLR mais avançadas, sem se desfazer da simplicidade das câmeras mais simples – afinal, ainda estamos falando de uma Rebel.

Em suma, a Rebel T6s é uma ótima câmera, e é uma pena que a Canon não vá comercializá-la no Brasil. Entretanto, se você tiver a oportunidade de adquirir uma (seja importando uma ou durante uma viagem), ela com certeza não é uma opção a se descartar.

%d blogueiros gostam disto: