Papo de Fotógrafo Podcast

Menu
Artigos

Magazine Luiza pede desculpas aos fotógrafos de casamento

7 de agosto de 2017
dce0fc4e911ba06ccb56e7bcd9d3cddd-

Depois de uma intensa discussão nas redes sociais, a loja Magazine Luiza, através dos seus canais de comunicação e mídias especializadas na área de fotografia, pede desculpas publicamente pelo comercial de promoção de vendas do iPhone 7.

Segue abaixo o texto completo da nota:

“A diretoria do Magazine Luiza, em nome dos seus 20.000 colaboradores, pede sinceras desculpas a toda a comunidade de fotógrafos do Brasil. Isso porque, na última sexta-feira, dia 4 de agosto, veiculamos na TV e na nossa página no Facebook um anúncio do iPhone 7 que incomodou, profundamente, muitos desses profissionais.

Jamais tivemos a intenção de ofendê-los com nossa peça de publicidade. Mas, mesmo sem querer, cometemos erros. E, desta vez, erramos com vocês. O anúncio já foi retirado de circulação.

Sabemos que nenhum equipamento, por melhor que seja, substitui o profissionalismo, a técnica e, sobretudo, o olhar sensível de um bom fotógrafo. Vocês fazem e continuarão a fazer parte dos registros dos melhores momentos das vidas de cada um de nós. Por isso, de novo, pedimos sinceras desculpas.”

Entenda o caso:

Na última sexta-feira, a loja de departamentos Magazine Luiza lançou uma campanha de venda do iPhone 7, e na propaganda veiculada, uma noiva diz que o fotógrafo não apareceu e um dos padrinhos registra todo o evento com o aparelho em questão. (assista o vídeo abaixo)

O conteúdo do comercial é criticado por uma parte dos profissionais em 3 itens: A irresponsabilidade do profissional por não comparecer ao casamento, a utilização do smartphone, e por último, uma pessoa sem experiência na área para registrar o evento.

Após o anúncio ir ao ar, fotógrafos de todo país utilizaram as redes sociais para criticar a loja pela insinuação e desvalorização da profissão. A discussão tomou tal proporção que rapidamente a empresa retirou o vídeo do ar, e respondeu ao nosso contato enviando uma carta de desculpas, dizendo que nunca tiveram a intenção de ofender a classe. E não paramos por ai.

Nosso apresentador, Rafael Petrocco, recebeu uma ligação da própria Sra. Luiza Helena, presidente da rede de lojas Magazine Luiza, que se desculpou pessoalmente sobre o ocorrido, informando que a campanha foi produzida pela própria Apple, proprietária da marca iPhone, e que seu departamento de marketing aprovou sem imaginar que o comercial seria ofensivo aos fotógrafos. Explicou que em seus encontros familiares ou eventos da empresa, sempre contrata profissionais de fotografia, e que no momento em que soube do problema com o anúncio, mandou retirar do ar.

O Papo de Fotógrafo, agradece a Sra. Luiza Helena, a diretoria e o departamento de marketing do Magazine Luiza pelo pedido de desculpas, mesmo acreditando que tal repercussão é benéfica para o mercado e para que possamos discutir o futuro da fotografia, seja no âmbito técnico do avanço da tecnologia dos smartphones, ou seja do âmbito profissional, da valorização e do compromisso com a profissão.

  • David Jansen

    olokooooo

  • Débora Marcondes

    Onde escreveram isso?

    • Leo Perdigão

      Eu não achei em lugar nenhum sobre esse pedido de desculpas.
      Olhei no site e em todas redes sociais e não tem nenhum pedido de desculpas.

      • rsb2097

        Leia o comentário do Rafael Petrocco… “Essa foi uma resposta enviada ao nosso email depois que fizemos contato com a assessoria de imprensa e departamento de marketing da loja.” ¬¬

    • http://www.papodefotografo.com.br Rafael Petrocco

      Essa foi uma resposta enviada ao nosso email depois que fizemos contato com a assessoria de imprensa e departamento de marketing da loja.

      • Antonio Ricardo Monteiro

        hahahahaah isso vai longe nego veio….

  • Keller Fedossi

    Basta fazer uma vincukação na midia pedindo desculpas, isto só não basta.

  • Felipe Corrêa

    Vocês parabenizam? Que ridículo! O comercial ta sendo veiculado por muitas mídias, vocês acham que isso que ela falou ta com a mesma proporção? A idéia já foi passada, isso que ela falou não muda nada, o pior de tudo é vocês parabenizarem hahahaha, hipocrisia.

    • http://www.papodefotografo.com.br Rafael Petrocco

      Oi Felipe, pedir desculpas é um ato de humildade, que deve sim ser parabenizado. A opinião sobre o comercial é bem dividida, você pode ter ficado ofendido ou acreditar que o comercial mude o conceito que o cliente tem do seu trabalho, mas outros colegas de profissão não, aliás, alguns até falam que o comercial ajuda a entender melhor nosso mercado e que é algo a ser utilizado como avaliação do nosso trabalho e como podemos/devemos melhorar para que as pessoas não tenham essa visão dos fotógrafos profissionais.

      Que atire a primeira pedra quem nunca errou.

      • Felipe Corrêa

        Na verdade acredito que foi um ato bem comercial, não que teve humildade, ou pena, ela teve que se retratar comercialmente, e pronto. E esse lance de “quem nunca errou?” bom acho que não da pra ir muito por aí, quando tem uma agência por trás dessa ação, e um monte de colegas de área da comunicação envolvidos nisso, que inclusive tenho certeza que alguns devem ter falado pra não fazer que ia dar “merda” e realmente deu, outro exemplo de não darem valor/respeitar/ouvir profissionais que sabem o que dizem e as consequências de atos na comunicação.
        Acho que nosso trabalho está cada vez mais substituído pelos “amadores” que se dizem profissionais, e achei que esse conceito só foi reforçado, pq isso rola diariamente em inúmeras situações. Nós sempre melhoramos qualidade, atendimento, estudamos pra trazer sempre inovações e técnicas e tal, mas infelizmente isso é cultura, tanto que vira comercial, muitos não dão o valor necessário, e uma ação dessas só dificulta mais ainda isso.
        Na minha opinião foram várias coisas que estavam erradas nessa ação que rolou, um monte de desrespeito, tanto com quem criava e com certeza achou negativa essa ação( assim eu penso e torço para terem pessoas que foram contra no momento da criação) quanto com o profissional que foi desmerecido, como sempre é.
        Eu “sofro” mais pelos que estão começando do que quem já está a um tempo no mercado.

    • http://tiagobahi.com.br/ Tiago Bahi

      parabenizar a diretoria pq se desculpou em nome dos 20k colaboradores? devia pedir desculpa a agência que bolou essa bobagem… daí você parabeniza o pedido de desculpa? eu lamento a infelicidade… e essa história é só para vou dormir. ninguém se desculpou publicamente coisa nenhuma…

  • Edison Faria

    Não sei por que tanto mimimi…
    Eu não estou nem aí… pra mim, um cliente que acredita que um convidado com um celular pode substituir um fotógrafo não me interessa como cliente, pois não irá nunca valorizar o meu trabalho.
    Pode ter certeza, quem der o devido valor ao registro de seus momentos, jamais irá deixar de contratar um bom profissional. O que não era o caso do comercial, pois o suposto “fotógrafo” não apareceu.

    • elton santos

      Também achei mimimi demais, achei que tinham chingado a mãe da categoria toda.
      Mas não.
      O comercial é ilustrativo, apenas
      Foi uma forma de dizer que a câmera é boa
      “Tipo quem não tem cão caça com gato”
      No fim das contas o fotógrafo foi contratado, só faltou, quem nunca faltou no trabalho?
      No final iam acabar recorrendo a um profissional pra editar e melhorar as fotos, nisso ninguém pensa?
      Já que é pra viajar, seria possível

    • elton santos

      Gente insegura amigo, infelizmente a população está cada vez mais insegura e se sente oprimida por qualquer coisinha, pra mim é falta de maturidade

    • http://flickr.com/saulocruz Saulo Cruz

      isso mesmo.

  • Zé Paulo Cardeal

    Acho positiva a reflexão nesse tipo de caso. Houve toda uma cadeia de criação, aprovação e execução que não refletiu. A agência mesmo deve ter esse conceito no dia-a-dia e, certamente, vai ter reflexos na relação com o cliente. O cliente de fotografia mesmo penso que não quer uma foto de celular de seus momentos especiais, até porque ninguém vai se dispor a perder a festa para ficar no pé dos noivos pra registrar a festa inteira, vai saber registrar em todas as situações de luz, entregar no prazo, tratar, diagramar álbum, etc.
    Penso que a categoria também precisa descer do salto e pensar melhor em relacionamento humano, em como se coloca perante o cliente, em como lida com críticas. Se modernizar não é só comprar o último modelo de câmera.

    • elton santos

      Nem acredito como se ofenderam com aquilo, o profissional deveria ser o primeiro a perceber a diferença de uma produção completa e uma foto de celular.
      No fim das contas o fotógrafo foi contratado, só faltou no trabalho, quem nunca?
      Será que tem gente entregando foto de celular por aí, e se sentiu ameaçado? ????

  • elton santos

    Meus Deus quanto mimimi
    Povo tá doido de pedra
    As pessoas usam tanto o ego a frente de tudo
    Que já são “capazes” de se ofender com qualquer coisa
    É mais fácil não contratarem vcs por serem doidos isso sim, não pela idéia pontual do comercial,
    Credo mano

  • elton santos

    Meus Deus quanto mimimi
    As pessoas usam tanto o ego a frente de tudo
    Que já são “capazes” de se ofender com qualquer coisa
    É mais fácil não contratarem vcs por causa do mimimi do que pela idéia pontual do comercial, o comercial trata de uma hipótese, é meramente ilustrativo,
    Crédo mano
    Não acredito nisso

  • http://fabiooliveira.tk/ Fábio Oliveira

    O mínimo que precisam fazer é 1 comercial de retratação e exaltação aos profissionais de fotografia!

  • Paulo Yang

    Eu não pediria desculpas pois não erraram. Vi a propaganda e não vi nada de mais. Um fotografo só vai cair se não se adaptar as tendencias tecnologicas e artisticas. Aposto que alguem poderia fazer um casamento com uma I7 sem problemas. Se vc se machucou com a propaganda nunca mais chame um Uber, continua andando de taxi.

  • Pingback: Depois de gafe com fotógrafos de casamento, Magazine Luiza pede desculpas | iPhoto Channel()

  • http://www.willianlima.com.br Willian Lima

    Opa pessoal. Este assunto rende heim..

    Em minha opinião, não vi nada demais, pois há fotógrafos que realmente furam com noivas. Então tiveram base numa “dor da noiva” para criar num roteiro.

    E como o fotógrafo é o cara que tem o EGO lá em cima, qualquer coisa dá no que dá:

    – Reclamam de Associações, pois não conseguem se destacar e acaba sendo mais fácil reclamar;
    – Reclamam de pessoas que resolveram ensinar e criar projetos como o Papo de Fotógrafo;
    – Reclamam da crise, pq não conseguiram se encaixar no mercado;
    – Reclamam que os fotógrafos iniciantes estão cobrando muito barato e se esquecem que um dia também começaram;
    – Reclamam recentemente até mesmo de materiais gratuitos que circulam na internet e depois são oferecidos para compra. Que tal Rafael Petrocco e todos que investem tempo para criar conteúdos tirassem tudo do ar?
    – Brigam até por marcas de equipamentos;

    Sou uma das pessoas que mais defende o fotógrafo e desejo o crescimento do mercado, por isso compartilho conteúdo há mais de 3 anos… Porém não posso deixar de dizer que há muita gente focada em falar, reclamar do que tirar a poupança do sofá, da cadeira, da internet e colocar as coisas em ação.

  • Pingback: Como o comercial do Magazine Luiza pode ajudar o mercado fotográfico - Papo de Fotógrafo | Um bate-papo descontraído sobre Fotografia!()

  • Leonardo T Seabra

    Realmente não vejo motivos para reclamar da propaganda, pois realmente pode rolar d um fotógrafo furar e o q acontece é convidados virarem os “fotógrafos”, e meus clientes não deixaram de me contratar pq compraram um iPhone 7, pq eles sabem q qnd contrata um fotógrafo não tá contratando somente a câmera dele é sim seu conhecimento, técnica e tudo q nos diferencia de um amador.