Papo de Fotógrafo Podcast

Menu
Publicidade

FOTOGRAFIA DE CASAMENTO: SEM FÓRMULAS SECRETAS, SEM ATALHOS

27 de fevereiro de 2018

A fotografia de casamento pode parecer, para quem ainda não entrou no mercado, um dos ramos mais rentáveis e promissores da fotografia, onde nunca há de faltar clientes. Afinal, as pessoas continuam passando pelo rito e, nessa ocasião especial, estão quase sempre dispostas a investir em um bom fotógrafo profissional. 

É verdade? Sim e não.

Sim, por um lado, porque este é um mercado muito abrangente, onde há espaço para todos os gostos, estéticas e bolsos, em qualquer lugar. Por outro, entrar na profissão não é tão fácil quanto parece. A fotografia de casamento envolve diferentes momentos, como o making of, a cerimônia e a festa, além de outros produtos agregados, como ensaio de noivos, trash the dress etc. Tudo isso demanda do fotógrafo um excelente domínio técnico e conhecimentos específicos sobre cada ocasião e, ao contrário do que se costuma acreditar, não existem atalhos, nem fórmulas secretas, para se aprender tudo isso do dia para a noite.

Se existe um segredo, este segredo é muita prática e estudo. 

Pensando nisso, o IIF – Instituto Internacional de Fotografia (São Paulo), junto com os fotógrafos Rafael Karelisky, Cleiton Tiburcio e Jefferson Costa, criou o curso EXTENSIVO DE FOTOGRAFIA DE CASAMENTO, uma iniciativa única no Brasil.

São mais de 130 horas de aulas que abordam tudo o que um fotógrafo de casamentos precisa saber, desde a revisão da técnica fotográfica até o gerenciamento de negócios. Completo, o curso conta com cinco professores que oferecem uma boa base teórica e técnica para preparar com excelência um profissional da área.

O curso já está se encaminhando para a sua 5ª edição (que acontece em abril de 2018) e atualmente conta com diversos professores, dentre eles os fundadores do curso Rafael Karelisky, Jefferson Costa e outros fotógrafos que passaram a fazer parte do curso em 2018: Cacá Rodrigues, Matheus de Castro e Gustavo Gaiote.

Carga horária, prática e pluralidade

Para Rafael Karelisky, fotógrafo profissional com quase dez anos de experiência e um dos principais professores do Extensivo, os três aspectos que trazem o diferencial do curso são a carga horária, a pluralidade de visões que o aluno adquire e a experiência prática. 

“A carga horário é muito superior de qualquer workshop, então não tem nem como comparar uma coisa com a outra”, pontua KARELISKY. Bruna Cindel, que estava começando na carreira quando entrou no curso, conta que o escolheu por este motivo: “O casamento é um dia muito especial, muito delicado. Eu não achava que um curso de 8 horas pudesse me preparar para isso”.

Roberta Lewis, aluna da primeira turma, também considera o tempo um fator fundamental: “Nós gostamos muito do curso justamente por ter várias dúvidas de outros workshops e de experiências práticas que nunca tínhamos tempo de tirar. Dessa vez, podíamos fazer um casamento no final de semana e chegar nas aulas para tirar todas as dúvidas”, conta Roberta, que já fotografava casamentos há 2 anos. “Isso fez com que nós crescêssemos muito em pouco tempo, descobrindo o que fazer ou não fazer com base na experiência dos professores”, completa.

Segundo Karelisky, esse é outro ponto essencial do EXTENSIVO DE CASAMENTO: o contato com vários professores, com visões e práticas muito diferentes na profissão. Na sua opinião, esse contato é enriquecedor e favorece o desenvolvimento do aluno, que descobre todas essas possibilidades e pode escolher qual mais lhe agrada, ou até mesmo pegar o melhor de cada professor para trilhar o seu próprio caminho.

O terceiro diferencial é o foco prático do Extensivo que, além das inúmeras práticas e simulações em estúdio, leva os alunos para realizar, ao final do curso, a cobertura de um casamento real. O casal voluntário não poderia arcar com os custos de um fotógrafo profissional e recebe as fotografias como presente. “Essa é uma chance de você vivenciar um casamento, não com modelos que vão posar. Não, são pessoas vivendo, comendo, bebendo, chorando e dançando, fazendo tudo o que se faz em um casamento. Você tem a chance de passar pela experiência de como lidar com essas pessoas, de aprender o que é legal e o que não é, qual é o trabalho real, como organizar e entregar tudo isso depois. É muito gostoso receber a devolutiva dessas pessoas, que não teriam foto nenhuma. Os casais ficam muito felizes, vêm falar com a gente, transmitem essa gratidão que eles sentem. Isso anima, porque não é algo que dá para ensinar na sala de aula, você tem que passar por isso para ver”, relata  Karelisky.

Conheça o Extensivo de Fotografia de Casamento

A próxima turma começo no dia 23 de abril de 2018. Clique aqui para saber mais.

Depois de quatro edições, o curso já é conhecido por mudar a vida e carreira dos participantes, com uma proposta única de constante prática, avaliação e evolução. É um curso feito por fotógrafos de referência no mercado, para aqueles que querem ir além na própria.

“Esse curso vai ter um pouco mais de tempo do que o anterior. Vamos passar mais exercícios e trazer fotógrafos convidados, para aumentar o contato com profissionais, com pessoas que já vivem o dia-a-dia do fotógrafo de casamentos”, antecipa o professor, sobre algumas adaptações no programa.

Mas o IIF adverte: se o que você procura é uma receita mágica para o sucesso instantâneo, o Extensivo de Fotografia de Casamento não é o seu lugar. “Nós fazemos de tudo para passar em 7 meses tudo o que nós aprendemos em 7 anos. Mas isso é só 50% do caminho. Eu não tenho como ensinar que a pessoa precisa ter força de vontade, precisa trabalhar mais do que 5 horas por dia”, pondera Karelisky.

Para conhecer mais detalhes do curso, acesse: school.iif.com.br/extensivo-de-fotografia-de-casamento
Informações: (11)3021.3335 ou cursos@iif.com.br

%d blogueiros gostam disto: