Papo de Fotógrafo Podcast

Menu
MBA Fotográfico

Como seguir carreira solo na fotografia de casamento?

20 de setembro de 2018

Olá Elementos, tudo bem?

Sejam bem vindos ao primeiro episódio em áudio (ou podcast como preferirem) do MBA Fotográfico, um projeto idealizado por Fabio Laub, Lauro Manda e o espanhol Sergi Escrivá, em parceria com a dupla do Papo de Fotógrafo, Ana e Rafael.

Depois de alguns anos palestrando e ministrando workshops pelo Brasil e pelo mundo, resolvemos nos reunir para compartilhar toda nossa experiência adquirida nesse percurso de uma forma que pudéssemos ajudar a outros colegas de profissão a alcançarem o sucesso, e dessa união nasceu o Elements, um workshop com conteúdo voltado para a fotografia como negócio. A experiência foi tão enriquecedora que decidimos expandir nossos horizontes e nada melhor do que usar a internet para alcançar novos lugares, novas pessoas, novas histórias.

É por isso que hoje estamos aqui, para compartilhar com vocês, de uma maneira prática e objetiva, todo nosso conhecimento e claro, ajudar você aí do outro lado, a alcançar seus objetivos. Quer saber como? Fique aí e não desligue.

—————

Entenda o caso

“Olá Laub, Maeda e Sergi, tudo bem? Espero que sim.

Estou escrevendo porque preciso de uma ajuda. Estou a quase 8 anos no mercado de fotografia social, fotografando principalmente casamentos, mas desde o começo sempre trabalhei como funcionário, 2º fotógrafo. A pouco tempo decidi sair do estúdio que trabalhava e ter minha própria marca/estúdio. Porém, apesar da experiência anterior e ter participado de vários congressos e workshops, não sei muito bem por onde começar. Podem me ajudar.”

Informações complementares

1. Já tenho uma marca;
2. Já tenho um site/portifólio;
3. Já tenho contato com alguns cerimonialistas;

Perguntas adicionais

1. Como precificar o meu trabalho, já sabendo o público que gostaria/quero atender (mas não quero deixar de atender a quem procura o meu serviço), sabendo o valor do ticket dos meus concorrentes para esse público, e sabendo que meu custo de infraestrutura é menor do que o deles. Posso usar como base o valor/preço que eles cobram?
2. Como conquistar a confiança de um cerimonial ou fornecedor de casamento sem pagar a ‘propina’ para que indiquem o meu trabalho?
3. Ter parceiros, como designer de álbum por exemplo, pode ser um diferencial para os concorrentes diretos?

—————

Bom, como puderam ver, ou melhor, ouvir, é assim que acontecerá nosso bate-papo mensal aqui no MBA Fotográfico, você nos conta sua história e faz suas perguntas, e nós, aqui do outro lado, iremos buscar as respostas que poderão ajudá-lo no seu negócio, na sua fotografia.

Não esqueça de nos escrever no email info@elementseducation.com.br e de nos seguir no Instagram @elementseducation, acompanhar nossos videos no Youtube e de se cadastrar no nosso site www.mbafotografico.com.br.

Um grande abraço e até a próxima.

—————

Episódios relacionados

Fábio Laub – Ética, respeito e profissionalismo
Fábio Laub e William Lima – Como o comercial do Magazine Luiza pode ajudar o mercado fotográfico
Fábio Laub, Lauro Maeda e Rafael Bigarelli – Como saber se estou no caminho certo?
Fábio Laub e Lauro Maeda – Uma dupla dinâmica
Lauro Maeda – Com que luz eu vou?

%d blogueiros gostam disto: